Aguarde. Carregando o conteúdo...

Spate faz apelo ao governo para manter emprego dos trabalhadores do Pró-Saúde

13 de julho de 2017 20:42

A sindicalista Rosa Nogueira, presidente do Spate, entidade que representa auxiliares, técnicos e enfermeiros do Acre, tenta convencer o governador Tião Viana a não demitir os 1.800 trabalhadores do pró-saúde. "Existe uma interpretação equivocada sobre a sentença do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Rondônia. A juíza determina que seja suspenso o fornecimento de mão-de-obra do pró-saúde para o Estado e prefeitura. Em nenhum instante fala-se em demissões. Não existe ordem legal para encerrar os contratos dos trabalhadores que já estão trabalhando", lembra a sindicalista. O Spate informou que já está confirmada uma reunião, na próxima segunda-feira, com alguns dos principais assessores do governador. 

No encontro, o sindicato reforçará o apelo para que nenhum dos 1.800 trabalhadores com contrato ativo no Pró-Saúde seja demitido. “Nós acreditamos numa saída. E acho que a alternativa é política. Quando o governo quer, ele pode. Vejam a situação dos 11 mil irregulares. Até hoje, esse pessoal está trabalhando. O poder público, que contratou, tem o dever de proteger essas pessoas e evitar pânico e desagregação nas famílias”, disse Rosa Nogueira.

A sindicalista informou que a sentença do TRTR já era esperada. O assunto estava sendo tratado nas reuniões com o Pró-Saúde para definir detalhes do acordo coletivo dos trabalhadores. Decidimos não antecipar a notícia por conta da preocupação que isso poderia gerar nas unidades de saúde.

“Quero acreditar que o senhor governador não tem interesse em prejudicar essas famílias. É justo remanejar esses funcionários que já estão trabalhando, aproveitando todo mundo em setores essenciais, uma vez que o déficit de profissionais continua alto e os concursados convocados são insuficientes para atender os pacientes do SUS”, concluiu a presidente do Spate.
A decisão do TRT afeta diretamente mais de 500 enfermeiros, técnicos e auxiliares. Os sindicatos não têm poder legal para interferir nessa situação.
 
 

SPATE

Rua São Paulo, 800 - Bosque
Rio Branco - AC
69908-120

(68) 3301-8337
spateacre@gmail.com